terça-feira, 30 de junho de 2009

Atendendo a pedidos



(Primeiro dia da minha vida em que eu resolvo ser impulsiva... e acaba dando errado.)

sábado, 27 de junho de 2009

Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana.

Jung

Das coisas que todo mundo sabe

A alegria usa pantufas.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

"Sólo le pido a Dios
Que el dolor no me sea indiferente,
Que la reseca muerte no me encuentre
Vacía y sola sin haber hecho lo suficiente."

(Leon Gieco) Por Mercedes Sosa.
Obrigada, Deus/Universo/Whatever, pelo dia de hoje.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Mas pensando bem...

...isso é uma baita mentira, porque quando o Quintana morreu, fiquei triste para caramba.
Não, eu não vou escrever sobre a morte do Michael Jackson. Não adianta, morte de celebridade é uma coisa que não me comove. Aí você vai dizer: "Ah, espera só até morrer o Gianecchini!" Bom, daí a gente vê o que acontece. Até lá, só me abala a morte de quem está perto de mim.

terça-feira, 23 de junho de 2009

Forget about your lists and do what you can because that’s all you can do. Phone up the people you miss and tell them you love them. Hug those close to you as hard as you can. Because you are always only a drunk driver’s stupidity, a nervous shopkeeper’s mistake, a doctor’s best attempts and an old age away from forever.

Daqui.
Final de semstre + TPM.
Se gritarem comigo, eu choro; se me abraçarem, eu derreto.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Não me importo de chorar, o que me dá raiva é chorar pelos motivos "errados".

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Da série Palavras que eu adoro

Desfrutável

Néctar e ambrosia?

Sério, tenho pena dos deuses gregos. Qualquer imortal que se preze deveria viver de chocolate e café.

Classificados

Procura-se capacidade de concentração.
Foi perdida ainda na infância, numa esquina, perto da vendinha de chiclé.
Recompensa-se bem.

Tratar aqui.

sexta-feira, 12 de junho de 2009

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Existe um conforto na palavra escrita que eu não encontro em nenhuma outra parte.

As belezas do óbvio

As coisas têm a cor da luz que elas refletem.

terça-feira, 9 de junho de 2009

O silêncio. Uma xícara de chá. E a doce vertigem de deixar-se conhecer.

domingo, 7 de junho de 2009

sábado, 6 de junho de 2009

E aproveitando a linha "Tenho AIDS. Uso Levi's"...
Previna a constipação do câncer de cólon com activia!
Faça seu seguro bradesco Alzheimer hoje e esqueça as preocupações.
Amigo esquizofrêncio, você tem dupla personalidade? A claro tem um programa especial para você. Agora você pode ter duas linhas telefônicas num mesmo aparelho!

Pronto, esgotei meu espírito de porco, agora podem apedrejar.

sexta-feira, 5 de junho de 2009

(Melhor avisar: é o "informe publicitário" de um quimioterápico.)

Detesto publicitários que me comovem e tenho medo da indústria farmacêutica, mas achei essa propaganda tão legal, que resolvi postá-la aqui para vocês.
E, sim, eu devia estar estudando, ou devia estar na academia, ou escrevendo, ou tendo vida social, ou lendo um livro, ou fazendo alguma coisa útil.
Em vez disso, vou tomar café. : )

Ãpideite: Gente, gente, calma. A propaganda é de medicamento quimioterápico, tava numa revista de oncologia! O laboratório tá vendendo remédio contra o câncer, não roupa ou equipamento para montanhismo! Vocês me abismam, hein?!?! Vocês acham que eu ia achar legal o cara vender roupa explorando câncer de mama?!?! Caramba!
Gostei da propaganda porque achei que dava uma mensagem legal de esperança, de que o câncer de mama é um problema numa parte da vida da pessoa, mas que ela continua vivendo, é capaz de superá-lo e ter boas perspectivas para o futuro. A vida que teria sido interrompida, continou (ergo o nozinho ali em cima), e continuou feliz (normalmente as pessoas associam filhos e felicidade). Achei uma mensagem bonita num contexto tão difícil, como é o dos pacientes oncológicos. That's all.
Sim, claro que dá para questionar o quão ético é laboratório fazer propaganda, ainda mais de quimioterápico, e se um remédio pode ser tratado como um produto comercial igual aos outros, mas isso já uma outra discussão.

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Sobre escrever estando ou não apaixonada, acho que merecia um post, não? Valia a pena conversar sobre as coisas que vocês comentaram. Vou ver se escrevo no fim de semana, porque até sexta preciso desesperadamente estudar para a tão temida prova de gastro.
Torçam por mim.
II Encontro de Mulheres UFRGS, vai ser agora, sexta e sábado.
E estou num dilema, porque na sexta de noite tem uma palestra sobre a história do feminismo, mas eu queria ir na prática do centro budista, que é no mesmo horário. Agora não sei o que fazer...

Afinal de contas, ninguém liberta a alma se não libertar o corpo.